Sobre

Carol Pires é jornalista e roteirista, além de mestre em política latino-americana pela Columbia University em Nova York. Atualmente, é colaboradora do New York Times en Español e assina uma coluna online quinzenal no site da Época que é republicada pela revista italiana Internazionale. Apresenta o podcast Retrato Narrado – Bolsonaro, um original Spotify e Revista Piauí produzido pela Rádio Novelo.

É co-roteirista do filme Democracia em Vertigem (Netflix), da diretora Petra Costa, indicado ao Oscar 2020 de melhor documentário. É roteirista da série #ELEITAS, do Quebrando o Tabu.  Trabalhou na equipe de roteito das duas primeiras temporadas do comedy news GregNews – com Gregorio Duvivier, na HBO.

Como repórter, passou pelas redações do Blog do Noblat, iG, Estadão e revista piauí. Em 2011, foi colunista do Terra Magazine em Buenos Aires.

Reportagens

Suas reportagens e artigos podem ser lidos em revistas como The New Yorker (Estados Unidos),  Reportagen Magazin (Suíça), N+1 (Estados Unidos), Americas Quarterly (Estados Unidos), Internazionale (Itália), Courrier International (França), Etiqueta Negra (Peru), Gatopardo (México), Más por Más (México), Soho (Colômbia), El Malpensante (Colômbia), Nómada (Guatemala), Plaza Pública (Guatemala),  GkillCity (Equador), Paula (Chile) e no jornal espanhol El País. No Brasil, seus textos podem ser lidos na Rolling Stone,  Marie Claire, Metrópoles e 451.

Livros e coletâneas

Seus trabalhos também fazem parte das coletâneas Crónicas (Universidad Nacional Autónoma de de México), e Perdimos: ¿Quién Gana la Copa América de la Corrupción? (Editora Planeta).  El Viejo Tupamaro, perfil do ex-presidente José Mujica, do Uruguai, pode ser lido em e-book pela editora espanhola e-Cícero e também faz parte da coletânea Atención: Die besten Reportagen aus Lateinamerika, publicada pelo editora austríaca Czernin. A reportagem Os 43 que faltam, sobre o desaparecimento de estudantes em Ayotiznapa, no México, faz parte do livro Tempos Instáveis, publicada pela Companhia das Letras.

Mesas e festivais

Em 2013, durante o II Encuentro de Cronistas, na Cidade do México, foi indicada pela Fundação Gabriel García Márquez como uma dos 15 Nuevos Cronistas de Indias . Foi uma das palestrantes do Festival Gabo 2015, em Medellín, Colômbia. Em 2018, foi convidada do Festival Internazionale en Ferrara, na Itália.

Para ver a mediação entre Aílton Krenak e Sidarta Ribeiro para o festival #NaJanela da Companhia das Letras clique aqui.

Para ver o debate sobre jornalismo e democracia com Carol Pires, Reinaldo Azevedo e Cecília Oliveira clique aqui.

Para ver o debate sobre o governo de Jair Bolsonaro entre Carol Pires e Jon Lee Anderson, da New Yorker, clique aqui.

Participação em podcasts

El Hilo – com Eliezer Budasoff. Episódio: “Jair Bolsonaro, el presidente del caos

Novo Normal, com Antonia Pellegrino e Manoela Miklos. Epidódio: “Mulheres contra o vírus“.

É Nóia Minha? – com Camila Fremder e Renata Vanzetto. Episódio “Eu faço tudo ao mesmo tempo“.

É Nóia Minha? – com Camila Fremder e Miá Mello. Episódio: “Profissionais do Crime“.

Primeiro Tratamento. Episódio: “Democracia em Vertigem

Foro de Teresina. Episódio: “#15: Lula x Bolsonaro, Marina e as mulheres, e os conflitos em Roraima

Revista Piauí. Episódio: “Bastidores da reportagem Os 43 que faltam”.

Jornalismo em Ação. Episódio: “Os 43 que faltam”.

Toda Mídia. Episódio: jornalistas e roteiristas.

Mais: 

Carol Pires: A perfiladora em perfil, por 

close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star